17 de dezembro de 2012

Amar somente não basta....


https://images-blogger-opensocial.googleusercontent.com/gadgets/proxy?url=http%3A%2F%2F1.bp.blogspot.com%2F-lkbS3ppTeqY%2FUM56aCw_ADI%2FAAAAAAAAAM8%2F59Yl-y2HTUk%2Fs1600%2FAmor.jpg&container=blogger&gadget=a&rewriteMime=image%2F*


Todos querem é amar. Encontrar alguém que faça bater forte o coração e que justifique suas loucuras. Que nos faça revirar os olhos, rir a toa e "cantalorar".

Quando um casal se apaixona, tudo é lindo, tudo é maravilhoso. Todas as brincadeiras se tornam engraçadas e os defeitos viram pequenos grãos de areia que chegam passar despercebidos.   Depois de um tempo, que varia de casal para casal, a paixão já não é mais a mesma algumas viram amor e outras uma amizade colorida ou nem isso. Já ouvi alguns amigos questionando se o verdadeiro amor existe. Algumas pessoas simplesmente não acreditam nisso pelas experiências que já tiveram na vida. Outras se acostumam com a rotina da relação amorosa e não arriscam um novo amor por ter medo, ou achar que vai passar o resto da vida sozinho. Resultado? Se submetem a acontecimentos e situações inexplicáveis.

Observando alguns casais de convívio particular e pelas experiências amorosas que já tive em minha vida,que não foram muitas, mas que foram o suficiente para amadurecer e encarar o verdadeiro amor, cheguei a algumas conclusões sobre o sucesso de um relacionamento. Trago aqui minha história que já completou 1 ano e meio de convivência sincera e feliz. É parece pouco tempo, mas posso dizer que me sinto amada e não consigo descrever a intensidade de como é bom amar.  Os casais atuais estão intolerantes, sem paciência, com o famoso pavio curto. Tudo ofende, tudo magoa, tudo vira discussão. Está na moda sepultar uma relação e trocar de parceiro de mês a mês. Os sentimentos de um dia para o outro acabam e aquilo que era para ser eterno se torna uma fração de segundos de sofrimento e decepção. Falta a disposição de amar, o bom humor para enfrentar imprevistos.  Falta o respeito com o parceiro, a fidelidade, o compromisso. É preciso sim, conviver sem competições, sem comparações. O amor também suplica por confiança.
 É preciso convocar toda esta família de sentimentos e atitudes para sustentar o amor, pois amar só não basta. É preciso apoiar, compreender, ouvir com o coração e entender que ninguém é perfeito, mas que todos podemos ser o melhor que podemos na relação. Eu posso dizer que amo muito, e o relacionamento é tudo isso, aprender cada dia como ser melhor e fazer o seu amor feliz. Isso infelizmente não é para todos porque hoje ficar por ficar é para o fracos, amar sim e ser fiel é para os fortes. Te amo meu amor! 


6 de dezembro de 2012

Carência Exagerada



Há algum tempo estou cada vez mais convicta que a carência esta tomando conta das pessoas. Para quem ainda não percebeu é só dar uma lida nos conteúdos publicados nas páginas do Facebook. São comentários fúteis, alguns arrogantes, frases reflexivas, ofensas indiretas, baixarias e até exposição em excesso.  Mensagens sublimares que descrevem explicitamente a carência da maioria.  Com o avanço da tecnologia, a sociedade se tornou mais individualista, chegam a conversar com o vizinho pelo bate-papo. Não se visitam mais, uns por falta de “tempo”, será mesmo? Outros por falta de paciência.
Conheço pessoas que passam horas nas páginas da web descrevendo suas angustias, suas dores, reclamam que está muito quente, ou que o domingo já está no final. Comemoram que a sexta-feira está chegando, e se tem feriado no meio da semana então nem se fala. Pessoas que querem mostrar que deram a volta por cima, se “exibem”, deixam o ego falar mais alto, bem alto, mas na verdade querem chamar atenção porque estão carentes. O que falta em alguns amigos, é a seleção critica de conteúdo que vai expor em sua página pessoal. Tudo bem, eu concordo que, a pessoa escreve o que quer, pela liberdade de expressão e tal, mas tudo tem limite certo?
Hoje o mundo esta cada vez mais competitivo. Recentemente li uma artigo que tratava de seleção de pessoas para ocuparem vagas nas organizações e que um dos fatores a serem avaliados eram as páginas do facebook dos inscritos. Bom, pessoas insatisfeitas com o mundo, que rezavam pelo final de semana, que publicavam fotos inadequadas e comentários sem um mínimo de conteúdo é claro que estavam  fora da seleção.
É espantador a inutilidade de publicações  que leio todos os dias. Chega a ser desanimador. Não estou querendo aqui, dar uma lição de moral, também publico conteúdos de humor, frases interessantes, mas tudo com muito bom senso.  Se esta triste, procure um amigo, se esta calor ou frio, não temos o poder de mudar a estação, então aproveitem o dia da melhor maneira possível. Se o seu time de futebol não ganhou a competição, beleza, ele vai jogar outras vezes. Não perca tempo reclamando destas pequenas coisas, a vida é muito mais que isso para ser desperdiçada tão facilmente. Se você está tão carente assim, saia um pouco da frente desta tela, e abrace quem você tem vontade, convide os amigos para se divertir, bata um papo com sua família, não seja escravo desta tecnologia.

Sinceridade Pura.